---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Situação da Prefeitura ainda preocupa Gestor

Publicado em 04/02/2013 às 00:00 - Atualizado em 03/06/2015 às 15:52

Durante da primeira Sessão Ordinária da Casa Legislativa de Alfredo Wagner, realizada no dia 04 de fevereiro, o Prefeito Naudir Schmitz fez uso da Tribuna Livre para esplanar a situação em que encontrou a Prefeitura Municipal após a posse. Vários foram os problemas deixados pela antiga administração e a dívida de R$ 691 mil reais em restos a pagar sem cobertura financeira, vêm dificultando a ação do novo líder. Há mais de um mês no regimento da Prefeitura, Naudir ainda estuda a melhor forma de administrar Alfredo Wagner.

 

Desde setembro, o aluguel do edifício onde funciona a Prefeitura não é pago, somando uma dívida superior a R$ 19 mil reais. Com fornecedores a dívida ultrapassa R$ 500 mil. A luz também está atrasada. Telefone e internet foram encontrados cortados. A empresa contratada para fazer o recolhimento do lixo está há dez meses sem receber, contabilizando R$ 79.622,97 (setenta e nove mil seiscentos e vinte e dois reais com noventa e sete centavos).

 

A frota de maquinários está sucateada. De todas as máquinas - incluindo caçambas, retroescavadeiras, patrolas, entre outros - somente o caminhão que faz o recolhimento do lixo estava em condições de circular. Com a Secretaria de Saúde a preocupação é na ausência de medicamentos da farmácia básica. A antiga gestão deixou dívidas com todos os fornecedores, fazendo com que eles não queiram vender os remédios para a Prefeitura.

 

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), maior receita de Alfredo Wagner, também foi comprometido. A primeira parcela do FPM, repassada no dia 10 de janeiro, veio zerada porque a antiga administração não pagou o INSS das rescisões das empresas. A Segunda parcela, do dia 20, veio reduzida. O FPM seria utilizado para a reforma do maquinário municipal e compra de remédios.

 

Diante destas situações, Naudir solicitou do Legislativo Municipal compreensão das dificuldades e se comprometeu em fazer uma administração transparente, onde o legislativo será ouvido. Para o Prefeito “os vereadores têm o direito de fiscalizarem a ação do gestor e apresentarem reivindicações”.

 

Matéria: Mario Kalbuch

 

Foto: Edgar Maciel 


Galeria de Imagens

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Arquivos